Vidas transformadas no semiárido Brasileiro.

Vidas transformadas no semiárido Brasileiro.
Essas ações transformaram muitas vidas. Garantindo a segurança alimentar e nutricional e gerando renda em nossa região, proporcionando uma uma vida mais digna e com oportunidades.
Rating: 
Video Duration: 
02:20
Creator: 
Fabiano vidal
Date: 
segunda-feira, Julho 27, 2015
Level: 
Youth
Description2: 

Eu sou Fabiano Vidal, brasileiro do Semiárido. Durante muitos anos, o povo da nossa região sofreu muito por causa da seca. Uma característica é o déficit hídrico, não pela falta de chuva, mas pelas suas irregularidades no tempo e no espaço. A quantidade de chuva é pouca e a evaporação é rápida.

O Semiárido tem a maior parte do seu território coberto pela Caatinga, vegetação única dessa região do Brasil. Composta por uma grande variedade de paisagens, animais e plantas adaptadas, que só existem aqui.

Essa região sempre foi esquecida pelos governantes, que não investiam em políticas públicas. Não existiam oportunidades suficientes de trabalho, de sobrevivência para nosso povo, que vivia esquecido na miséria, passando fome e sem perspectiva.

Como consequência o povo Nordestino emigrava em massa para a região Sudeste. Indo para grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, fugindo das dificuldades e procurando melhoria de vida. Deixando sua cidade natal para trás. Na maioria das vezes, trabalhavam na construção civil, ajudando a levantar essas cidades.

Mas nos últimos 15 anos, eu estou vendo essa realidade mudar. O governo passou a implementar tecnologias de captação de água no semiárido, como cisternas de consumo e produção, barreiros e barragens subterrâneas. Isso significa uma grande transformação na vida dos nordestinos. Fazendo que  permanecemos no campo.

Com isso, nós começamos a produzir nosso próprio alimento, como hortaliças e frutas, além de criarmos pequenos animais, como bode e galinha. Usando sempre uma produção agroecológica, livre de agrotóxicos, respeitando o meio ambiente. O excedente da produção é vendido em feiras orgânicas, gerando uma renda extra que ajuda nas despesas da família.