Obstáculos aos meus sonhos

Obstáculos aos meus sonhos
É triste, mas verdade que alguns empregos sempre foram considerados masculinos na sua cultura. Mas ela sentia que se fosse capaz de mudar a atitude de seus pais, ela também seria de capaz de mudar a de outros.
Rating: 
Video Duration: 
01:40
Creator: 
Paula, Maria, Begum and Nadia
Date: 
sexta-feira, Dezembro 14, 2018
Level: 
Youth
Description2: 

Eu sou uma garota Camaronesa que queria ser uma motorista de ônibus. Para mim sempre foi desafiador crescer com estereótipos sexistas aqui.

Mas em 2005, quando eu comentei pela primeira vez que queria ser motorista de ônibus na minha classe, eu fiquei realmente frustrada porque todos os meus colegas pensavam que era um “emprego para homens”, inclusive, minha professora.

Eu pensei que minha família me apoiaria. Contudo, eles concordaram com todos os outros. É triste, mas verdade que alguns empregos sempre foram considerados masculinos em minha cultura.

Mesmo com todos contra mim, eu não desisti e consegui minha licença de motorista. Infelizmente, eu fui rejeitada pelas empresas de ônibus nas quais me candidatei.

Isso foi quando eu comecei a me questionar sobre outros países. Eu planejei uma viagem para visitar meu primo na Espanha. Nessa viagem eu fiquei fascinada com as coisas que aprendi. Meu primo me contou sobre igualdade de sexo. Mulheres estão executando todo tipo de trabalho considerados masculinos e elas tem tanto sucesso quanto homens. Eu voltei ao meu país e contei dessa experiência aos meus pais.

Eles ficaram realmente surpresos, e daquele dia em diante eu senti que a atitude deles estava diferente quanto a apoiar meus sonhos e eu senti que se eu fosse capaz de mudar a atitude dos meus pais, eu também seria capaz de mudar a de outros.

Eu nunca desisti de acreditar em mim e agora sei que grandes mudanças sempre começam com pequenos passos.

 

Traduzido ao Português no âmbito da iniciativa PerMondo (traduções gratuitas das páginas web e documentos para associações sem fins lucrativos). Projeto dirigido por Mondo Agit. Tradutora: Patricia Fonseca. Revisor: Danilo Tavares.