Hidrelétricas e suas consequências

Hidrelétricas e suas consequências
Há um tempo, estudando, eu descobri os impactos que a construção de hidrelétricas trazem ao meu estado. Devemos optar por meios de produção de energia menos impactantes negativamente. Como a energia solar, por ser limpa e renovável e não causa agressão ao meio ambiente.
Duração do vídeo: 
02:02
Autor: 
Lucas
Data: 
sexta-feira, Junho 25, 2021
Nível: 
Youth
Description2: 

Oi, me chamo Lucas, sou brasileiro e moro em Rondônia, região Norte do Brasil.

Há um tempo, estudando, eu descobri os impactos que a construção de hidrelétricas trazem ao meu estado. 
As maiores consequências estão na construção de barragens e lagos. Por isso, quero mostrar a vocês esses impactos que são sociais e ambientais.
O alagamento do entorno da usina inunda as áreas florestais, que podem ser em pequenas e grandes escalas. Um exemplo em escala menor são os pequenos lagos formados, com cerca de 300 quilômetros quadrados. Já um de inundação de grande escala seria a do lago formado pela hidrelétrica de Samuel, uma área de 500 quilômetros quadrados.

 Consequentemente, observamos a liberação de gases poluentes por conta da decomposição da matéria orgânica presente nessas áreas e a destruição do habitat de animais.
O deslocamento de indivíduos, antes moradores do entorno da usina hidrelétrica, e a perda de patrimônios culturais. Atualmente, no Brasil, cerca de 40 a 80 milhões de pessoas foram deslocadas por conta das barragens. Na enchente de 2014, em Porto Velho, foram cerca de 4.000 atingidos. Além dos moradores urbanos, os principais afetados são os grupos indígenas e as minorias étnicas.

As grandes barragens provocam a destruição de locais históricos. Como podemos ver a estrada de ferro Madeira Mamoré, foi inundada em virtude da enchente de 2014. Um grande patrimônio histórico brasileiro, que a sua perda traria um grande vazio na história rondoniense. Com isso, podemos perceber a problemática trazida por hidrelétricas. Uma fonte de energia que é anunciada como limpa e renovável. Mas a mesma impacta direta e indiretamente no meio ambiente, como vimos. Dessa maneira, não existe um “custo benefício” na produção de energia através de um hidrelétrica.
Temos um baixo custo para a implementação, mas um alto impacto na natureza e no meio social.

Portanto devemos optar por meios de produção de energia menos impactantes negativamente. Como a energia solar, por ser limpa e renovável e não causa agressão ao meio ambiente. Logo, trazendo uma maior sustentabilidade ao nosso planeta, contribuindo com os 17 objetivos trazidos pela ONU.
 

Rating: 

Um presente para Comundos

Há anos, a Comundos auxilia comunidades remotas, escolas e ONGs pelo mundo afora na inclusão digital. Fazemos isso de uma maneira original, usando a alfabetização midiática. Trabalhamos com 'multiplicadores' que ensinamos a pensar criticamente e a fazer uso relevante das tecnologias de comunicação.

Gostaríamos de pedir-lhe uma contribuição financeira para que possamos continuar este trabalho oferecendo às pessoas menos afortunadas oportunidades de contar a sua 'história inspiradora´'

Clique aqui para apoiar nossas ações.

Você será transferido para o fundo 'Amigos de Comundos' administrado pela Fundação Rei Balduíno.