A história de um ex-soldado mirim em Uganda.

A história de um ex-soldado mirim em Uganda.
Patrick, um ex-soldado mirim, nos conta o que tem passado. Ele foi sequestrado quando tinha 10 anos para servir no exército rebelde.
Duração do vídeo: 
03:11
Autor: 
Patrick Odong
Data: 
sexta-feira, Outubro 22, 2021
Nível: 
Youth
Description2: 

Dezenas de milhares de crianças no norte de Uganda foram vítimas de recrutamento forçado pelos rebeldes do Exército de Resistência do Senhor, liderado por Joseph Kony.
Eles foram sequestrados de casa ou da escola. Sofreram abusos horríveis como também fome e sede extremas. Eles foram forçados a saquear aldeias, matar civis e lutar contra os soldados do exército do governo.
 
Meninas de apenas 12 anos foram dadas como esposas aos comandantes. Elas eram estupradas rotineiramente. Muitas deram à luz em cativeiro.
No campo de batalha, soldados mirins foram colocados na linha de frente, causando ferimentos ou mortes a muitas.
 
Qualquer tentativa de fuga foi punida com a morte. Aqueles que conseguiram fugir durante a batalha acabaram em um dos centros de reabilitação.
Eu sou Patrick Odong e sou um desses soldados mirins. Fui sequestrado de casa em 2001, quando tinha 10 anos.
 
Durante a luta, fui atingido na boca por uma bala. Soldados do governo de Uganda me levaram para um hospital. Fiquei tão gravemente ferido que não conseguia falar, comer ou beber. Os médicos imobilizaram minha língua e me deram uma bomba estomacal.
Foi então que fui encontrado por Els De Temmerman, fundadora da Sponsoring Children Uganda, uma organização que cuida de crianças raptadas, mandando-as de volta à escola. Foi a primeira vez que conheci uma pessoa branca. Eu confiei nela imediatamente.Ela me levou para a Bélgica para uma operação. O hospital universitário de Lovaina concordou em reconstruir meu queixo. A operação durou 19 horas e foi bem-sucedida.
 
Mas demorei dois anos para me recuperar e voltar para a escola. Em 2003, fui inscrito num programa de patrocínio. Patrocinadores belgas pagaram para minha educação primária, secundária e universitária
 
Eu me formei em agricultura. Agora trabalho como gerente de fazenda para uma ONG que visa erradicar a desnutrição em Uganda.
Sou um dos mais de 3.500 ex-soldados mirins que tiveram a oportunidade de estudar por meio do programa de apadrinhamento.
 
Pude construir um futuro para mim e minha família enquanto melhorando as vidas de outras crianças carentes.

 

 

 

           

 

Rating: 

Um presente para Comundos

Ao longo dos anos, Comundos ajudou comunidades remotas em todo o mundo, ensinando o pensamento crítico, na alfabetização midiática e no uso de tecnologia de comunicação.
Para fazer isso de forma eficaz, precisamos do seu apoio para computadores, traduções, cursos e o gerenciamento de mídia social.

Thank you in advance!

Comundos - Crelan Bank
BE11 1030 2973 8248

Become a monthly donor